Dicas de saúde

Tecnologia em excesso pode afetar saúde de crianças e adolescentes

Tecnologia em excesso pode afetar saúde de crianças e adolescentes

O uso em excesso de tecnologia por crianças e adolescentes pode causar problemas cognitivos, comportamentais, físicos e mentais, segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). Entre eles estão:

  • Dificuldades de socialização e conexão com outras pessoas.
  • Dificuldades escolares.
  • Problemas mentais relacionados à dependência ou ao uso problemático e interativo das mídias.
  • Aumento da ansiedade e violência.
  • Cyberbullying.
  • Transtornos de sono e alimentação.
  • Sedentarismo
  • Problemas visuais.
  • Problemas posturais e lesões de esforço repetitivo (LER).

A tecnologia e o sono de crianças

Um estudo feito com 1,1 mil crianças de 6 a 11 anos, conduzido pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Leeds, na Inglaterra, mostrou que 36% dormiam oito horas ou menos por noite em decorrência do uso excessivo da tecnologia. A recomendação para essa faixa etária é de 10 horas de sono.

A privação de sono pode aumentar a ansiedade, a irritabilidade e o risco de depressão, além de ocasionar dificuldade de concentração e memorização. Outro estudo, publicado na revista Scientific Reports, concluiu que há uma redução de 16 minutos de sono para cada hora de uso de tablet.

Dicas para evitar o uso excessivo da tecnologia

A pesquisa TIC Kids Online de 2016, realizada pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil, estima que oito em cada dez crianças e adolescentes com idades entre 9 e 17 anos são usuários de Internet, o equivalente a 24,3 milhões.

Segundo a análise, 91% acessaram a Internet pelo celular e 37% navegaram na rede exclusivamente por meio de telefones celulares.

Como forma de tentar controlar o uso demasiado, a SBD recomenda:

  • Limitar o tempo de exposição às mídias ao máximo de 1 hora por dia, para crianças entre 2 a 5 anos de idade.
  • Crianças entre 0 a 10 anos não devem fazer uso de televisão ou computador nos seus próprios quartos.
  • Adolescentes não devem ficar isolados nos seus quartos ou ultrapassar suas horas saudáveis de sono à noite.
  • Estimular atividade física diária por uma hora.
  • Equilibrar as horas de jogos on-line com atividades esportivas, brincadeiras, exercícios ao ar livre ou em contato direto com a natureza.
  • Estabelecer limites de horários e mediar o uso com a presença dos pais para ajudar na compreensão das imagens.
  • Desconectar. Dialogar. Aproveitar oportunidades aos finais de semana e durante as férias para conviver com a família, com amigos e dividir momentos de prazer sem o uso da tecnologia, mas com afeto e alegria.

Localizado no Tucuruvi, zona norte de São Paulo, o Hospital Presidente conta com uma equipe completa capaz de ajudá-lo em qualquer necessidade. Tem também Pronto Atendimento Adulto e Infantil  que funciona 24 horas por dia. Para mais informações, ligue para (11) 2261-6611, ou acesse o nosso site.

Leia também